Buscar
  • Joy Hostel

TURISMO DE EXPERIÊNCIA - VIAGEM PERSONALIZADA É TENDÊNCIA

Atualizado: Jan 28

Turismo de experiência é a melhor maneira de voltar para casa com as malas cheias de sensações e lembranças inéditas.

Arrume suas malas e prepare-se para conhecer um novo jeito de viajar que vem ganhando força no Brasil e no mundo: o turismo de experiência. Aqui, o foco é ir além dos pontos turísticos tradicionais de uma cidade, buscando emoções e experiências únicas. O foco é viver, por alguns dias, a cultura de uma região, participando de passeios pouco convencionais, indo onde os moradores da cidade vão, experimentando a “culinária raiz” daquela região — que pode passar longe dos restaurantes feitos para turistas.


O aumento do interesse por esse tipo de turismo está intimamente ligado à internet, que permite que você viaje muito mais bem-informado sobre o destino que escolheu. E, para sair da mesmice, nada melhor do que personalizar a viagem ao seu estilo de vida. Se você é urbano, o objetivo será conhecer a arquitetura de um lugar, os shows ao vivo, os bares, as boates. Faz o tipo aventureiro, vale buscar adrenalina à moda local. Acredite: toda cidade — grande ou pequena — tem algo a oferecer que supere as suas expectativas e proporcione lembranças fantásticas. Por isso, os adeptos deste tipo de viagem costumam voltar pra casa com a bagagem cheia de lembranças, conhecimento e com o gostinho de quero mais. E não é só ele quem ganha com essas experiências: a economia da região visitada também agradece e se beneficia com essas visitas.


Na capital do país, o turismo de experiência tem um ponto ideal de partida: o Joy Hostel. “Nossa especialidade é fazer o cliente viver algo novo. Costumo dizer que a hospedagem é apenas um bônus para os clientes”, explica Pedro Henriques Pereira, um dos diretores do Joy. Cem por cento dos hóspedes que frequentam o Joy Hostel recebem um roteiro personalizado com informações detalhadas sobre o que fazer em Brasília — com base nos interesses individuais e no tempo que têm disponível na capital — sem custo algum. Também é comum a realização de eventos no próprio hostel, como happy hour com música ao vivo (que acontece toda sexta-feira), campeonato de videogame e encontros com guias que contam histórias que muitos (incluindo vários brasilienses) não sabem sobre a capital.

“Não damos espaço para que ninguém saia do nosso estabelecimento e diga que não teve o que fazer em Brasília. Podemos dizer que somos uma comunidade de experiências”, destaca Pedro.

Pensando em ajudar os viajantes a se planejar para ter experiências únicas, listamos abaixo algumas dicas cruciais que podem transformar a sua viagem.

1. Defina um destino - Antes de mais nada, escolha um destino que combine com você, e seja a sua cara. Use e abuse da internet para fazer pesquisas e encontrar dicas de viajantes como você. Blogs são excelentes diários de viagem e podem dar dicas valiosas. O segredo é não deixar para se informar na última hora, pois muitos dos seus passeios dos sonhos podem não estar mais disponíveis. Outro conselho: mesmo que a viagem seja a trabalho, organize seu tempo e pare para conhecer o que cada cidade tem para oferecer.


2. Escolha bem sua companhia de viagem - Quando você decide viajar, você está em busca de alguma coisa. E se você está embarcando nessa com a gente, você provavelmente busca por uma experiência diferenciada. Para garantir que terá essa oportunidade, escolha cuidadosamente a sua parceria de viagem. Algumas pessoas tem interesses muito divergentes. Outras não se permitem vivenciar coisas novas, ou fora do comum. Por isso, é extremamente importante se assegurar de que a sua companhia de viagem está aberta a novas experiências e embarcaria com você em uma aventura inusitada. Se atente também ao número de pessoas no seu grupo. Quanto mais gente envolvida, mais interesses e vontades terão que ser acomodados. Isso exigirá mais tempo para o planejamento e convencimento de todos. Grupos grandes demandam logísticas mais complexas, enquanto grupos menores podem se deslocar e se inserir mais facilmente. Falando nisso, lembre-se: viajantes solo normalmente são muito mais abertos a novas experiências.

3. Escolha o que quer vivenciar - Com o destino escolhido, agora é a hora de definir o objetivo da sua viagem. Qual experiência você gostaria de viver: gastronômica, de aventura, romântica, cultural? Essa definição vai ajudar na escolha das experiências que mais se aproximam do seu perfil e das coisas que te fazem feliz. Concilie os seus interesses com o que a cidade tem para te oferecer. Considere as características daquela cidade ou região. Todos esses questionamentos são mais do que importantes para que você escolha as atividades que deseja realizar, os lugares que deseja conhecer, o tempo de permanência no local e até a documentação necessária. Lembre-se que a culinária diz muito sobre uma cultura. Por isso, uma das melhores formas de se inserir num novo estilo de vida é pela boca. Esteja aberto a provar pratos que nunca viu antes. Grande parte das vezes você terá uma surpresa positiva e uma histórica engraçada para contar para seus amigos e familiares que estão em casa.


4. Busque ajuda - Procure um lugar que possa te passar informações atuais e relevantes sobre a cidade e região. Ao mesmo tempo que centros de informação ao turista e sites de turismo mais tradicionais são fontes óbvias de informação, eles tendem estar desatualizados ou te passar informações mais padronizadas sobre o que fazer. E se você procura sair das rotas mais tradicionais de turismo, procure fontes alternativas. Uma dessas fontes são os próprios hostels. Por isso, procure hostels que oferecem esse serviço aos seus hóspedes e que podem te ajudar a fazer itinerários personalizados baseados em seus planos e preferências pessoais. Evite aqueles que se diferenciam apenas pelo preço, pois nesse caso o nome "hostel" pode ser apenas um disfarce para "pensão" ou "albergue" comuns. Você poderá identificar hostels com foco em experiências em sites como HostelWorld.com e HostelGeeks.com. Se o destino for Brasília, fale conosco. Teremos prazer em ajudá-lo!


5. Hospedagem – se o objetivo for viver novas experiências e conhecer pessoas, os hostels são os melhores locais para a hospedagem. Além de mais econômicos, eles oferecem acomodações e serviços de qualidade para quem deseja gastar menos e aproveitar muito mais essas novas experiências.

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo